20190727CancaoCoracaoCom interpretação de Victoria Stoyanova, uma mostra de música da Rússia, incluindo as tradições ciganas, da Ucrânia, da Arménia, da Moldávia e de Portugal, com folclore e composições contemporâneas, preencheu o concerto solidário «Canção do Coração», que a Associação Gagárin e a Associação Feminina Internacional Lotus levaram a cabo em Lisboa, no dia 27 de Julho.

 

A iniciativa, com entrada livre, teve lugar no Auditório Camões, durante cerca de três horas, e reuniu mais de meia centena de pessoas de diferentes origens nacionais.
Foram recolhidos 755 euros de donativos dos espectadores solidários e receita do bufete de gastronomia típica, verba que reverte para as crianças do Orfanato de Gorlovka e da Escola-Internato do Bairro Kuibichev, na cidade de Donetsk.
Foi anunciada a intenção das associações promotoras de realizarem, provavelmente em Outubro, uma iniciativa semelhante, a fim de mostrar como, em concreto, foram aplicados os fundos angariados.

 

20190727DomingosCooperação

Esta foi a primeira iniciativa realizada em conjunto com a Associação Lótus, mas «já nos conhecíamos de outras, como a Festa da Vitória e da Paz». Domingos Mealha, do Conselho Directivo da Associação, numa breve intervenção de boas-vindas, assinalou a presença também de dirigentes e activistas da Associação Chance+, parceira na organização daquela celebração, já pelo terceiro ano, e admitiu que, com a Associação Lótus, «esta não será certamente a última, neste caminho de cooperação que estamos a trilhar há quase cinco anos» com pessoas originárias da Rússia e de outros países que fizeram parte da União Soviética.

 

20190727SorrisoTriste«O Segredo do Sorriso Triste»

A anteceder o espectáculo, foi exibido, em estreia, o documentário «O Segredo do Sorriso Triste», apresentado de viva voz (em português, assumida língua materna) por Cristina Kordiukova. Com 14 anos, inspirou-se na primeira viagem que fez à terra da mãe e da avó, no Verão de 2018.
O filme pode ser agora visto no YouTube (clique para aceder)

Canções do coração

Victoria Stoyanova apresentou um repertório muito diversificado, onde praticamente todas as canções tiveram como ponto comum o amor.
De sua autoria, cantou Лиссабонский блюз (Blues de Lisboa ou Jacarandá Blues), confessando uma enorme paixão pela cidade onde vive há alguns anos.