eduardo chitas Na noite de 17 de Março, faleceu Eduardo Chitas, membro do Conselho de Presidência da Associação Iúri Gagárin e prestigiado professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Actualmente, estava empenhado na realização do ciclo de conferências «Lénine e a Democracia», que a Associação vai levar a cabo em Abril, conjuntamente com a Biblioteca-Museu República e Resistência.

Naquele ciclo, o professor doutor Eduardo Chitas aceitou ser o coordenador científico e seria o primeiro orador, na conferência agendada para 7 de Abril. Tinha já participado na tertúlia-debate «1870-2010 - Lénine, a questão da paz e a resistência antifascista portuguesa», que realizámos a 11 de Novembro de 2010, e no debate que, a 10 de Novembro de 2009, assinalou os cem anos da primeira publicação da obra de V. I. Lénine «Materialismo e Empiriocriticismo».

A Associação fez-se representar no funeral, dia 19, no qual estiveram presentes vários membros dos corpos gerentes.


Resumo curricular (*)


Eduardo Carreiro Domingues Chitas (n. em 1937)

1. Escolaridade universitária e actividade profissional

  • Estudos de filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (1957-1961), interrompidos por recusa de participação na guerra colonial. Saída para o estrangeiro.
  • Licenciatura em Letras (filosofia) pela Universidade de Genebra (1963).
  • Actividade docente no Ensino secundário público e privado no Cantão de Genebra, até Julho de 1975.
  • Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian como doutorando na Universidade de Genebra (1968-1970).
  • Doutoramento em filosofia contemporânea pela Universidade de Lisboa. Dissertação: «Hegel e o pensamento das Luzes. Para o estudo da formação da consciência moderna» (1989).
  • Professor auxiliar, depois professor associado da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, com aposentação voluntária desde Julho de 2003.

2. Publicações

  • Trabalhos de filosofia e de história das ideias em português, francês, inglês, alemão e russo.
  • Co-editor de publicações internacionais em português e alemão.
  • Membro do grupo de tradução e de direcção editorial das Obras Escolhidas de Marx e Engels, em três volumes (1982-1985).
  • Colaborador regular do boletim «Razão activa», da Fundação Internacional Racionalista.

3. Sociedades científicas

  • Co-fundador da Sociedade Portuguesa de Filosofia e membro eleito dos seus primeiros corpos sociais (1977-1979).
  • Antigo membro da Direcção da Internationale Hegel-Gesellschaft (1974-78).
  • Co-fundador da Internationale Gesellschaft für dialektische Philosphie - Societas HegelianaInternationale Gesellschaft Hegel-Marx für dialektisches Denken (2003).(1979), mais tarde
  • Co-fundador da Convenção para a Filosofia e a História das Ideias na Europa (1993).
  • Co-fundador da Cátedra A Razão, sediada na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2001).

 (*) Entregue por Eduardo Chitas, a pedido da Associação,
para sua apresentação como participante no debate de 10 de Novembro de 2009